Das pessoas inteligentes

Internet

De uns tempos para cá eu comecei a admirar os trabalhos manuais. Costureiras, cozinheiras, boleiras, bordadeiras… É raro vermos o reconhecimento que essas pessoas verdadeiramente merecem.

Além disso, comecei a prestar mais atenção nesses trabalhos e a admirar pessoas que transformam o “simples” em algo diferente e sensacional. Escolhi duas ideias muito bacanas que descobri há pouco tempo.

Eu sou tão apaixonada por brigadeiros que aprendi a fazer exatamente do meu jeito preferido. E qual não foi o meu encanto ao saber que alguém, a doceira Juliana Motter, transformou o brigadeiro de mil jeitos? São 30 sabores diferentes! Além disso, eles podem vir numa marmita com um pano fofo, ou num potinho para comer de colher. Dá vontade de comer brigadeiro todo dia. Para conhecer, clique aqui.

Acho que bolos transformam qualquer dia em um momento mais feliz. E enquanto existem boleiras (sim, nada de cake designer porque acho isso brega ao cubo) especialistas em bolos cheios de pasta americana e esculturas de açúcar, a Simone Ferrarezi transformou um simples bolo de fubá em algo que dá pena de comer. Lindo! E tem mais: bolo de cenoura, de chocolate, de coco, um mais lindo do que o outro. O detalhe: ela entrega em casa. Para conhecer, clique aqui.

É aquela história: enquanto há pessoas que reclamam que nada dá certo, outras simplesmente partem de algo comum e transformam em algo especial. Eu realmente admiro pessoas assim.

Anúncios

4 comentários sobre “Das pessoas inteligentes

  1. Essa coisa de bolo é impressionante! Sempre achei crendice popular essa coisa de falar que uma pessoa tem “mão boa” pra bolo… mas depois de inúmeras tentativas frustradas eu capitulei! Nem pra bolo de pacotinho eu sirvo!
    E eu amo bolo com café. Vou experimentar em breve o Crazy for cakes.

  2. Concordo, Flor! São idéias incríveis mesmo. Eu fiquei apaixonada pela Maria Brigadeiro.

    Ei, preciso confessar uma coisa: andei sumida do blog por falta de tempo mesmo, nunca por falta de interesse e hojeresolvi botar a leitura em dia. Flor do céu, estou maravilhada. Está tudo tão fofo por aqui. De uns tempos pra cá, você voltou a escrever como antes, mais alegrinha e com mais coração, hein? Parabéns, Parabéns, Parabéns!!!

    Beijos e saudades.

  3. Que fantástico!
    Fiquei encantada. Pena que não tenha por aqui…
    Nessas horas é que eu sinto inveja de quem mora em Sampa, rs.
    Inveja boa, viu?

  4. Renata, eu também achava, até o dia em que fiz um bolo quando estava muito triste, mas muito. O bolo ficou duro, hehehehe. Para bolo até que eu levo jeito, mas gosto de batê-lo “na mão”, com fouet. Coisa de gente com alma antiga. =)

    *

    Flor, que bom que você gostou! Imagina, sei que você anda atarefada além da conta. Mudei tudo aqui quando percebi que “o jeito de antes” não condizia mais com o meu coração. Acho que agora está no jeito, hehehe. Saudade IMENSA de você.

    *

    Paula, mas pensa, se não tem onde você mora, é a chance de você fazer! 😀 E, isso é verdade, em São Paulo tem de tudo e é uma das coisas que mais me encantam por aqui.

    Beijocas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s