Trabalho demais, dinheiro de menos, dona de nada

Sociedade

É quando a gente bota na ponta do lápis que percebe a dimensão das coisas. Talvez eu não tivesse a dimensão do abismo entre homens e mulheres no que se refere a oportunidades. Tudo bem, a gente sabe que é desigual, mas só sabe o ponto em que a coisa ainda está quando vê a conta feita.

[…] Nós, mulheres, realizamos 66% do trabalho no planeta, mas só recebemos 10% da renda e somos donas de 1% – isso mesmo unzinho por cento – das propriedades existentes.

[…] Meu pai tinha uma frase emblemática no discurso recorrente sobre a importância que tinha eu estudar e ser independente: quem paga manda.

Quem só tem 10% da renda e 1% da propriedade é condenada a obedecer. O comportamento só muda se os números mudam e isso só acontece quando a gente tem consciência da medida do problema.

Madeleine Lacsko, trechos de Trabalho demais, dinheiro de menos, dona de nada. Para ler o texto completo, aqui.

*

Então a grande questão é ter mais dinheiro e bens, Cássia? Não. É, com isso, ser dona da própria vida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s