Uma vocação

Sociedade

As coisas vão acontecendo, as ocasiões se apresentando e, como dizem os gaúchos, é preciso estar atento para montar o cavalo quando ele passar arreado. Ele sempre passa, e é só você olhar para trás e lembrar de tudo que já aconteceu em sua vida para reconhecer que talvez o cavalo tenha passado várias vezes – só que você não viu. […]

E existem os mares, as florestas, os desertos, os aviões, o carnaval, a televisão, os sabores, a política, o aprendizado, as crianças, o frio, os espelhos, o prazer de andar descalça na grama, a internet, os peixes, o amor, os livros, o vento, a chuva, o futuro, o passado, a memória, a esperança, o sono, a água, o fogo, as letras, os números, o deserto, as religiões, a história, e o melhor de tudo: a imaginação. Não posso conceber que alguém ache a vida um tédio; e de pelo menos uma dessas coisas você pode gostar apaixonadamente. […]

De descoberta em descoberta, o perigo é um dia você descobrir o que mais queria: sua verdadeira vocação.

Danuza Leão, trechos de Uma vocação.
Para ler o texto completo, aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s