(ferocidade)

Literatura

…mas ela sabe que há o outro lado de si mesma. O lado da ferocidade. Devora cada página com a ansiedade de uma paixão incontrolável. Cada página é movida por dedos de vento que uivam e assobiam ao ritmo da chuva que derrama-se pela janela. A vela ilumina e aquece a noite. E ela enrola-se ao livro e despede-se da realidade.

“Se me queres falar, se me queres dizer algo, se me queres conquistar, tens de fazê-lo através de tuas palavras de tinta e de papel.”, ela pensa entre folhas e olhares.

As horas deste longo Outono, carregadas de folhas, ventos e rostos curvados ao chão cuidam de acolher a paixão. E ela não se queixa.

Cátia Pereira, daqui.

*
Ter grandes amigos que escrevem lindamente é encontrar coisas lindas assim…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s