E-books não são a salvação da lavoura

Literatura

[…] O pequeníssimo público leitor brasileiro não vai aumentar só porque chegou no mercado um aparelhinho legal. O e-reader só parece um aparelho legal para quem gosta de literatura. Quem não lê vai continuar não lendo. E-books não são a salvação da lavoura. Formar leitores é a salvação da lavoura.

Sabe o que eu acho mais intrigante que a entrada da Amazon no Brasil? Quando uma amiga inteligente e culta me diz: eu não leio mais como antes, eu acabo preferindo outro tipo de lazer, eu vejo filmes, eu ouço música, eu cozinho. E então eu penso: meu deus, perdemos mais uma. Perdemos mais uma, e agora?

Carol Bensimon, trechos de “E-books não são a salvação da lavoura”.
Para ler o texto completo, aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s