Mimimi

Cinema

− A Argentina tem Oscar e a gente não tem, mimimi.
− Mas nós temos Palma de Ouro!
− Mas queremos o Oscar, mimimi.
− O Brasil coproduziu um vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. Detalhe, o filme é falado em português!
− Mas queremos um Oscar só nosso, mimimi.

*

“O pagador de promessas”, de Anselmo Duarte, vencedor da Palma de Ouro, 1962.
Para assistir ao filme completo, aqui.

“Orfeu negro”, de Marcel Camus, vencedor da Palma de Ouro, 1959, e do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, 1960.
Para assistir ao filme completo, aqui.

*

Não tenho problema algum em relação à Argentina. Dos filmes argentinos vencedores do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, pelo menos o que eu assisti é excelente. Não só, o cinema argentino é espetacular. Mas esse discurso proferido mil vezes ontem, por conta da escolha do papa, me deu uma preguiça gigantesca. Queremos saber dos louros, e nada mais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s