A peste da insônia

Literatura

“[…] O mais temível da doença da insônia não era a impossibilidade de dormir, pois o corpo não sentia cansaço nenhum, mas sim a sua inexorável evolução para uma manifestação mais crítica: o esquecimento.”

Gabriel García Márquez, em “Cem anos de solidão”.

*

Quem quiser assistir à narração em espanhol da passagem completa da peste da insônia, clique aqui. Há legendas em português.