Eu não sou sua inspiração, muito obrigada

Sociedade

“Neste caso, estamos objetificando as pessoas com deficiência em benefício das pessoas sem deficiência. O propósito dessas imagens é inspirar você, motivar você, para então podermos olhar para elas e pensar: ‘Bem, por pior que seja a minha vida, poderia ser pior. Eu poderia ser aquela pessoa’. Mas e se você for aquela pessoa?

“[…] Nós temos que superar algumas coisas, mas as coisas que nós superamos não são as coisas que vocês pensam. Não são coisas que fazemos com o corpo. Uso o termo “pessoas com deficiência” de propósito, porque eu concordo com o chamado modelo social da deficiência, que nos diz que estamos mais desabilitados pela sociedade em que vivemos do que pelos nossos corpos e nossos diagnósticos.”

Stella Young, trechos da palestra “Eu não sou sua inspiração, muito obrigada”, TED Austrália.