Globo de Ouro

Cinema

Todos os vencedores de melhor filme e melhor série no Globo de Ouro 2018 foram protagonizados por mulheres. Pensei que não viveria o suficiente para ver isso.

A lista completa, aqui.
Para mais informações, o ótimo Mulher no Cinema, aqui.

Melhor filme – drama: Three Billboards Outside Ebbing, Missouri

Melhor filme – comédia ou musical: Lady Bird

Melhor série – drama: The Handmaid’s Tale

Melhor série – comédia: The Marvelous Mrs. Maisel

Melhor minissérie ou filme para a TV: Big Little Lies

Melhor filme de língua estrangeira: In the Fade

Anúncios

Revelar os negativos | Debora Noal

Sociedade

Entrevista impressa, entrevista para a televisão, palestra, a psicóloga Debora Noal já foi uma presença constante neste blog. Há poucos dias, assisti a essa palestra e novamenta parei para ouvi-la, coisa que sempre faço com atenção e coração aberto.

A Debora Noal lançou um livro há pouco tempo, “O humano do mundo – diário de uma psicóloga sem fronteiras”, aqui.

Para ver os posts anteriores, aqui.

“Revelar os negativos”, Debora Noal, TED, 2015.

Semiótica da magia

Literatura

“A palavra inglesa spell ainda hoje significa tanto ‘soletrar’ quanto ‘fórmula de encantamento’. A velha palavra germânica runa não designava somente as letras do alfabeto rúnico, mas também ‘feitiço’ ou ‘encantamento mágico’. O domínio das letras foi aparentemente associado ao domínio da magia. A palavra inglesa glamour, que significava antigamente ‘bruxaria’ e ‘palavra mágica’, era uma corrupção popular da palavra grammar (gramática): para o povo, o conhecimento da gramática era evidentemente um saber mágico.”

Winfried Nöth, em “Semiótica da magia”, Revista USP, n.31.
Para baixar o artigo completo, aqui.